Esta língua que nos fascina III

Língua Portuguesa

Na linguagem atual, verificamos uma tendência de fuga às palavras simples. Temos medo que nos julguem simplórios, por isso complicamos a nossa fala.

Visualizar em vez de ver; vivenciar em vez de viver; efetuar em vez de fazer. São alguns dos exemplos de utilização de palavras supostamente eruditas em vez de palavras correntes.

E algumas dessas trocas são até um erro: visualizar e ver não são sinónimos gerais.

Se pudermos dizer o mesmo usando palavras correntes, a eficácia da nossa comunicação estará assegurada.

Devemos falar claro em vez de falar caro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s