Amar o processo criativo

A verdadeira diferença entre a construção e a criação é esta: uma coisa construída só pode ser amada depois de construída, mas uma coisa criada ama-se mesmo antes de existir.

Charles Dickens

Publicado por Beatriz Ferreira

Nasci do Tejo, com os pés em Almada e os sonhos em Lisboa. Todas as minhas viagens tiveram bilhete de volta para estas cidades cheias de luz e maresia. Talvez por não gostar de lugares comuns, a minha história profissional é tudo menos estereotipada. Da Geografia e Planeamento Regional entre Lisboa e os Países Baixos, passei ao estudo de jardins, paisagens e História de Arte. Fiz investigação e trabalhei em demasiados espaços climatizados até sair para as ruas de Alfama, como guia turística. Entretanto, e em segredo, a dança, a escrita, a política, a estética, o design e as leitura do Padre António Vieira conspiraram para me levar ao mundo da Comunicação. O meu projeto é forrar o planeta a tricot e crochet mas, por enquanto, fico-me por me cobrir [a mim e aos outros] com cachecóis e camisolas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s