Palavra do dia – Anágua

a·ná·gua (espanhol enagua) nome feminino

  1. [Vestuário]  Peça de roupa interior, espécie de saia curta, que se veste por baixo de vestidos ou saias. = SAIOTE
  2. Pano ou toalha de mesa muito comprida dos lados. = SAIA

Sinónimo Geral: ENÁGUA, NÁGUA

Palavras relacionadas: enágua, nágua, saiote, saia.

in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Penúltima Flor do Lácio

lavo Bilac foi um jornalista, tradutor, cronista, contista e poeta brasileiro. Um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras. Nasceu em 1865, no Rio de Janeiro, falecendo aos 53 anos.

No seu soneto “Língua Portuguesa”, Olavo chamou ao Português a “última flor do Lácio”. O poeta queria dizer que a nossa língua foi a última nascida do Latim (a língua que se falava na região italiana do Lácio). 

Nitidamente, Bilac não considerou os crioulos gerados a partir dos idiomas latinos.

Na classificação de Dulce Pereira, os crioulos de base portuguesa são divididos em cinco grupos.

  • O maior de todos é o dos crioulos afro-portugueses (15 variantes), divididos entre os da Alta-Guiné (Cabo-verde; Guiné-Bissau; Casamança) e os do Golfo da Guiné (São Tomé e Príncipe; Ano-Bom, uma ilha da Guiné Equatorial).
  • Logo a seguir está o grupo dos crioulos Indo-Portugueses (14). Inclui os da Índia, Bangladesh e Sri Lanka.
  • Mais pequeno é o grupo dos crioulos Malaio-Portugueses, falados na Malásia, Timor e Indonésia.
  • O crioulo Sino-Português (chamado Patuá-Macaense) é sobretudo falado em Macau e Hong-Kong.Finalmente, existe um grupo Luso-Americano, falado em sítios como o Curaçao, Antilhas Holandesas, Suriname e Aruba. 

Hoje, Olavo Bilac ficaria pasmo com a quantidade de aromas exalados pela “penúltima” Flor do Lácio. 

Anagramas

O nosso curso de “Iniciação à Escrita Criativa” começa hoje. 

As vagas esgotaram num instante! Não conseguiste lugar nesta turma? Não desesperes: haverá outras!

Entretanto, explora este site, que contém um dos exercícios da sessão inaugural.

Hoje, entre outros temas, falaremos de anagramas: palavras ou frases criadas reagrupando letras de outras palavras ou frases. 

  • Porta – Optar
  • Carro – Corar
  • Ele mora aqui – Aquele Mário

Os jogos de anagramas ajudam a estimular a memória visual, a desenvolver o raciocínio linguístico e a aumentar o vocabulário.

Criative-se

Às vezes, no final das minhas formações de escrita criativa, perguntam-me por livros úteis para aperfeiçoar a arte.

Um dos que recomendo é este “Criative-se”, de Pedro Sena-Lino. Foi o primeiro que comprei do género. Está cheio de exercícios divertidos, angustiantes e tecnicistas. No fundo, este livro é um curso prático (muito prático, mesmo) que nos ajuda a pensar sobre a escrita. Sobretudo, a desformatar uma escrita muito moldada pela monotonia, pessoal ou profissional.

Deixo-vos um exemplo de exercício: adverbialização. Como bem lembra o autor, os advérbios são habitualmente criados a partir de adjetivos no grau normal. “Doce/docemente”. O exercício é criar advérbios a partir de verbos ou substantivos. Ou mesmo de adjetivos noutros graus. Veja-se o calibre deste exemplo: “Não ajudar era típico do Carlos” transforma-se em “Ele, carlosamente, não ajudou”.