50 Grandes Discursos da História

“50 grandes discursos da História” é um livro de discursos que marcaram gerações.

Traz-nos uma excelente seleção, feita por Manuel Robalo e Miguel Mata. Ao contrário de muitas obras do género, que registam apenas excertos de intervenções históricas, a vantagem deste livro é publicá-las na íntegra.

A paleta é muito variada: tanto na proveniência dos atores como nas áreas abrangidas. Discursos de guerra, palavras parlamentares, sermões religiosos, até cartas.

De Jesus Cristo a Lutero, de Churchill a Hitler, de Salazar a Soares, de Sadat a Mandela, são séculos de mestria na condução de multidões.

Quem gosta de política, não pode deixar de ler estas palavras. Fica a sugestão de prenda de Natal.

Comprar na Wook
Comprar na FNAC
Comprar na Bertrand

A Fatalidade do Não

A palavra de que eu gosto mais é não. Chega sempre um momento na nossa vida em que é necessário dizer não. O não é a única coisa efectivamente transformadora, que nega o status quo. Aquilo que é tende sempre a instalar-se, a beneficiar injustamente de um estatuto de autoridade. É o momento em que é necessário dizer não. A fatalidade do não – ou a nossa própria fatalidade – é que não há nenhum não que não se converta em sim. Ele é absorvido e temos que viver mais um tempo com o sim.

José Saramago, in Folha de S. Paulo (1991)

Português e Galego

Este vídeo, criado pela Nós Televisión, é uma lição histórica sobre a ligação entre o Português e o Galego. Muitos teóricos consideram variantes da mesma língua.

Depois de ter promovido a candidatura à CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, a Xunta de Galicia abriu mão da sua intensão em detrimento do estado espanhol, que demonstrou interesse em associar-se como país.

A entrada como observador associado da Galiza à CPLP tinha sido proposta e reivindicada por unanimidade na Câmara galega, mas de momento apenas foram aceites como Observadores Consultivos a Academia Galega da Língua Portuguesa e o Consello de Cultura Galega.

De acordo com Valentin Garcia, Secretário Geral de Política Linguística da Junta de Galiza, no ano letivo 2019-2020 quase 2900 alunos do ensino secundário e “bachillerato” (formação de acesso ao ensino superior) estudaram português, 280 a mais do que no ano anterior. Juntos, adicionando alunos de escolas de idiomas oficiais, somaram 3726 alunos.

Recomendamos a leitura do artigo do jornal El Trapezio sobre este processo de entrada na CPLP, e as tensões nacionalistas que está a gerar em Espanha.

Pinterest como armazém de ideias

O Pinterest é uma rede social baseada em conteúdos visuais que, quando clicados, remetem para outras páginas de internet, como blogs, sites especializados em temas de nichos ou outras redes sociais.

Os utilizadores podem navegar por entre milhares de imagens e guardá-las em coleções temáticas ou pesquisar por palavras-chave em álbuns organizados por outros participantes com os mesmos interesses.

Pinterest.pt

O elemento de diferenciação desta rede social é a relação que estabelece entre as imagens que já guardámos em álbuns (a esta ação chama-se fazer “pin”) e a apresentação de novos conteúdos. O Pinterest relaciona as cores presentes nas imagens, composições de elementos gráficos, palavras-chave e nomes de coleções organizadas por utilizadores para sugerir mais conteúdos enquadrados nesse tema.

O resultado é podermos fazer uma pesquisa sobre qualquer tema e encontrar milhares de sugestões, organizá-las por esquemas visuais e estar sempre a par das últimas tendências. Se quisermos aprofundar a pesquisa, podemos ainda navegar pelos links associados a cada pin e encontrar mais informações em blogs e sites especializados.

pinterest.pt

É uma rede social que nos inspira para ótimos feed de Instagram, para modelos de apresentações de Powerpoint, sugestões de posts de Facebook, entre tantas coisas.

Visita o perfil da Potenciar no Pinterest e encontra as nossas sugestões sobre língua portuguesa, marketing, comunicação visual e dicas para falar em público.